filho-prodigomisericordioso-1Na parábola do Filho Pródigo tanto o filho mais novo, que sai de casa, como o filho mais velho, que não abandona o pai, precisam de perdão e de cura. Ambos precisam voltar para casa - lembremos que o filho mais velho não abandonou a casa paterna, mas não se encontrava nela quando seu irmão voltou.
Na história contada por Jesus, o pai alegra-se com a volta do filho que estava «perdido e foi encontrado», porém o filho mais velho também estava «perdido», perdido em seu ressentimento, em sua inveja pelo carinho que seu irmão recebeu do pai. Talvez, o filho mais velho fosse o filho «perfeitinho» ou seja, sem defeitos. contudo mostra sua fraqueza quando o irmão volta para casa, ele não suporta ver a alegria
do pai. Algumas pessoas contidas que se esforçam para não cometer pecado são carregadas de raiva em seus corações. Quantas vezes fomos tomados de inveja pela alegria dos outros? O filho mais velho queixou-se, lamuriou-se, e acabou cometendo aquilo que mais temia: afastar-se do próprio pai. Seu coração estava ressentido, por isso não conseguia partilhar da alegria que se expandia na casa paterna. No entanto, o pai convida o filho mais velho para participar dessa alegria tirando assim qualquer dúvida a respeito do seu amor por esse filho. DEUS AMA A TODOS!

GRUPO DE ORAÇÃO DA POMPÉIA

O Grupo de Oração da Pompéia, tem como fonte espiritual a espiritualidade da renovação carismática e promove uma obra de misericórdia
espiritual, rezando pelos vivos e mortos, orientando as pessoas, acolhendo-as em suas dificuldades, dando-lhes conselhos e intercedendo por elas. Venha participar. Os encontros acontecem terças-feiras às 15h ou quintas-feiras às 20h. Esta é uma das formas de oração da nossa Igreja Católica.

grupo-de-oracao-pompeia