misericordioso-1Nesse Ano Santo sobre a Misericórdia logo lembramos da parábola do Filho Pródigo. O padre holandês Henri Nouwen escreveu um livro intitulado «A volta do filho pródigo», traduzido para o português (Ed. Paulinas). Nessa obra de pouco mais de 150 páginas o autor trata de como é difícil ao homem aceitar o amor, o perdão e a cura.
Ao tratar da parábola, podemos nos identificar com o filho mais novo ou com o filho mais velho, mas seja de uma forma ou de outra, todos somos chamados a nos tornar como o "pai" que acolhe sem fazer perguntas ao «filho» que volta para casa. A tristeza do pai ao ver seu filho mais novo partir foi superada pela alegria de tê-lo recebido de volta.
Quantas vezes somos o filho mais novo que rompeu com o pai. Negamos a realidade espiritual de que pertencemos a Deus. Raiva, ressentimento, ciúme, desejo de vingança, luxúria, ganância e rivalidades são sinais de que saímos de casa. Somos o filho mais novo toda vez que buscamos amor incondicional onde não podemos encontrá-lo. O caminho para casa é longo e difícil. Mas é preciso voltar para casa, para nos encontrarmos como o perdão de Deus. Estou preparado para voltar para casa e ser amado por Deus?

pastoral-da-caridade-bom-pastor